“Eu não nasci pro trabalho”

Vamos Dançar   Ed Motta

Eu não nasci pra trabalho
Eu não nasci pra sofrer
Eu percebi que a vida
É muito mais que vencer

Já dirigi automóveis
Já consumi capital
Já decidi que o dinheiro 
Não vai pagar, não vai pagar a minha paz

Vamos dançar lá na rua
Vamos dançar pra valer
Vamos dançar enquanto é tempo
Nos aplicar a viver

Falou Ed Motta. Concordo com ele: o dinheiro não vai pagar a minha paz (quem merece chefe te ligando no celular!!?! e em casa!!??!! e recheando sua caixa de e-mails com tarefas que você não quer fazer nem f*ndo??!) mas paga as contas e a viagem de férias, e aqueles luxos banais sem os quais não se consegue (ou se quer) viver. Porém, não precisa descambar pro consumismo, né?

Mas meu foco ao lembrar dessa música era outro: trabalhar SUCKS!!! Meu deus, eu estava tão bem longe do trabalho… Voltar me dá depressão profunda! Ai,ai,ai.

Eu não acredito que gostar do que se faz, como muitos dizem, contribua para se ter prazer no trabalho. No máximo, fica menos pesado. Mesmo que você ame aquilo que faz, pra mim, a partir do momento em que algo sai do campo do lazer para se tornar uma obrigação, acabou o tesão. Se você for amigo de algum ator pornô, tenho certeza que ele vai confessar que tem dia que a foda é foda (publicamente, ninguém vai dizer isso, claro), por mais que seja algo que a maioria das pessoas, especialmente os homens, adoraria fazer para ganhar dinheiro. Imagina, a pressão de ter que ficar com o troço duro por um tempão, várias vezes num mesmo dia, fazer a garota (caso seja só uma) atingir o clímax (ou ajudá-la a fingir direitinho)… (Subentende-se aqui que o ator não faça uso de Viagra ou semelhantes – pois caso faça, ainda que cumpra com sua tarefa, deve ficar com aquele sentimento terrível de incompetência).

“O trabalho dignifica o homem”. Será mesmo? Eu acredito que todo mundo tem que se sentir necessário e útil para se sentir digno, mas isso não necessariamente  está relacionado  ao trabalho nos moldes como o praticamos hoje. Se a gente pudesse fazer as coisas apenas quando realmente tivesse vontade, enquanto elas realmente nos parecessem necessárias e acrescentassem algo em nossas vidas, aí talvez o trabalho fizesse mais sentido e fosse menos penoso. Além disso, acho que as pessoas tinham que ter mais tempo para cuidar delas mesmas, e investir no seu lado pessoal. Quem tem ânimo de ir na academia ou fazer um curso de línguas, ou até de brincar com o filho, após passar 8 horas trabalhando?

Acho que o que mais se aproxima do que sonho é o Google. Vocês já receberam aquele e-mail que mostra como são as coisas nesta empresa, na sede da Suíça? Poxa, que inveja! Contudo, ainda é um trabalho (Muuuuiiiiitttoooooo melhor que os outros, com certeza – mas ainda assim, tem gente que abandona o emprego:

 http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL749912-6174,00.html).

zurichgoogle10

.empresa-google-games

zurichgoogle13

zurichgoogle04

Imagens do Google na Suíça: além de trabalhar, o pessoal pode descansar um pouco jogando vídeo game, relaxar numa sala especial, praticar atividades físicas... Cada funcionário administra seu próprio tempo e trabalho. Não há horários fixos, apenas prazos de entrega, que obviamente devem ser cumpridos.

Bom, eu cansei de pensar nisso, então vou encerrar. O fato é que eu não quero trabalhar, e gostaria de poder largar tudo e ficar viajando, lendo, escrevendo, comendo coisas deliciosas, e assistindo filmes. Talvez um bom emprego pra mim fosse “Crítica de hotéis-livros-restaurantes-e-filmes”. Nada mau, hein? : )  Será que faria eu me sentir melhor?

2 pensamentos sobre ““Eu não nasci pro trabalho”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s