Os Espiões, Luís Fernando Veríssimo

Falar de Luís Fernando Veríssimo é quase desnecessário: provavelmente, dentre os escritores brasileiros da atualidade, ele é o mais conhecido e o que atinge o maior público nacional (tá bom, esqueci do Paulo Coelho…). É praticamente impossível não se deliciar com seus textos leves, que se aprofundam de forma cômica nos mais variados vícios humanos e naquelas situações pelas quais todos passamos – mas que não contamos pra ninguém porque são, em sua maioria, ridículas ou vergonhosas demais para sair da esfera pessoal. Por tudo isso, e pelo humor inteligente e acessível, a  identificação com as suas histórias e personagens é imediata.

Em seu livro mais recente, “Os Espiões”, ele mantém a verve característica de suas crônicas ao narrar a história dos frequentadores de um bar que se unem na tentativa de desvendar o mistério de Ariadne, e talvez salvar a moça de seu destino trágico. Um editor frustrado, um revisor doidinho, um professor misterioso e um escritor/astrólogo fazem-se de espiões, fugindo de suas rotinas monótonas regadas a bebedeiras. Após receber o texto de Ariadne, pretensa escritora, para avaliação, o editor se apega à história da moça. Julgando a história verdadeira e auto-biográfica, ele decide procurá-la, para que com a ajuda de seus “comparsas”, possa impedi-la de cometer um suposto suicídio.

Aos poucos, os “espiões” desvendam o mistério por trás de Ariadne, que dá algumas pistas enviando seus textos por partes, em pequenos capítulos. Na fictícia cidade de Frondosa se desenrolam as cenas mais pitorescas, entremeadas pelos comentários dos personagens acerca de literatura, filosofia e gramática: sempre no sentido de promover uma ironia crítica bem humorada. Os moradores da cidade são quase de um realismo-fantástico, daqueles que de tão surreais paradoxalmente fazem-nos lembrar de alguém que conhecemos.

Num desfecho que acaba por fugir do controle dos envolvidos, fica a dúvida: o que é ficção, o que é realidade – e até que ponto uma influencia a outra?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s