Funk, hip-hop e a deturpação de valores

A maior parte do “hip-hop“* internacional que chega ao grande público hoje é só o bling-bling – daí os “correspondentes” brasileiros, funk* proibidão e ostentação, estarem entre os gêneros mais ouvidos no Brasil. Triste ver um movimento que surgiu como forma de contestação das periferias dar nisso. A deturpação de valores não é exclusividade do nosso país.

*O funk normalmente não é incluído dentro da expressão do movimento hip-hop, mas como no Brasil o funk ganhou mais espaço que o hip-hop como expressão da periferia, ele acabou absorvendo as influências do “hip-hop de massas” norte-americano.

E eu me pergunto como isso:

http://www.youtube.com/watch?v=N33eSNLkXJ8

Foi dar nisso e afins (a ‘Valeska’ deles):

http://www.youtube.com/watch?v=LDZX4ooRsWs

E o que ainda tem de bom no Brasil, mas pouca gente ouve e vê:

https://www.youtube.com/watch?v=9p3eQ1JTD-M

4_elementos_hip_hop

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s